quarta-feira, 5 de setembro de 2012

O mesmo caminho

O secretário-geral do PS, António José Seguro, propôs à troika a criação de um envelope financeiro de três mil milhões de euros (parte do dinheiro de 12 mil milhões de euros destinado à recapitalização da banca) para apoio às pequenas e médias empresas, o desbloqueamento dos fundos comunitários e a descida do IVA da restauração de 23% para a taxa intermédia de 13%.
Não vejo razão nenhuma para que as propostas do PS não tenham a melhor atenção da troika e do Governo. Mas não haja ilusões. Nada disto configura "um outro caminho", como o PS afirma. Trata-se, isso sim, de meros ajustes no mesmo caminho. Nada disto altera o essencial, i.e. o programa em curso com vista ao ajustamento dos desequilíbrios macroeconómicos da economia portuguesa e de aumento do seu potencial de crescimento, baseado em três pilares: consolidação orçamental, estabilidade do sistema financeiro e transformação estrutural da economia portuguesa.