sábado, 23 de março de 2013

Seguro avança com moção de censura contra Sócrates [2]

O PS apresenta uma moção de censura, mas esclarece ao mesmo tempo que honra "todos os compromissos do Estado português". Dito de outra maneira, o PS fuma mas não inala...
Sejamos muito claros. Antonio José Seguro apresenta uma moção de censura, mas não tem em vista qualquer mudança de rumo, uma vez que assume que manterá as políticas em curso ditadas pelo programa acordado com a troika. É claro que o líder do PS tinha de prometer que iria renegociar o programa com a troika, como se não se tivesse feito outra coisa a cada avaliação do mesmo. Obviamente, Seguro não clarifica o essencial, i.e. quais são os recursos de poder que o PS tem -- e que não tem o Governo -- de modo a alcançar resultados diferentes e melhores para Portugal. Ou qual é a estratégia secreta -- e mágica -- do PS que fará a troika sucumbir à sua vontade.
Sim, sim e sim. Mil vezes sim: as coisas são o que são...